Todo mundo conseguiu, menos eu

– Todo mundo conseguiu, menos eu.

– Então você está dizendo que todo mundo conseguiu e você não, mas foi todo mundo mesmo?

– Não, claro que não. Foi só o Marquinhos.

– Ah, quer dizer que foi só o Marquinhos? Não foi todo mundo.

– Eu disse aquilo para mostrar o quanto sou injustiçado. Não tenho sorte, porque todo mundo conseguiu… quer dizer o Marquinhos conseguiu e eu não.

– Você quer dizer então que o Marquinhos conseguiu e você não porque ele teve sorte?

– Isso. Ele é um cara sortudo.

– Entendi. Mas o que ele fez de diferente para ter conseguido e você não?

– Ele se dedica há alguns anos, vem tentando há bastante tempo. Nunca desistiu. Para falar a verdade ele vem se preparando há uns 6 anos.

– E você?

– Eu? Eu tentei uma primeira vez, depois desisti. Ai larguei mão. Agora resolvi tentar de novo, nem me preparei. Não consegui e ele conseguiu. Pura sorte.

– Deixa eu pensar aqui. O Marquinhos vem se preparando e tentando há 6 anos. Persistiu, melhorou e conseguiu. Você largou, desistiu e nem se preparou. E você acha que foi porque ele teve sorte?

– Falando desse jeito parece meio ridículo. Fica parecendo que ele conseguiu pela persistência. Mas eu sei que foi porque eu sou azarado mesmo.

– O que você ganha ou ganhou acreditando que você é azarado? Que o sucesso ou fracasso depende de sorte e não de esforço e dedicação pessoal?

– Não ganho nada.

– Pois é. E o que vai fazer a respeito a partir de agora sabendo que o sucesso não é questão de sorte?

Ângelo Anunziato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s