Como meditar se não paro de pensar

Como todas as práticas que adotamos em nossa vida, precisamos dar tempo para que os efeitos apareçam. Com a meditação também é assim. Você pode pesquisar facilmente sobre os benefícios, os diversos métodos e técnicas de meditação, e pode iniciar a prática sem nenhuma dificuldade, pois não requer nenhum material específico, roupa ou equipamento. Mas é importante se manter firme na prática diária para que os efeitos benéficos comecem a surgir.

A grande dificuldade é no início. Observar a quantidade de pensamentos não é algo fácil para os neófitos. Achamos que estamos fazendo errado, que não estamos conseguindo nos focar corretamente, mas não é bem assim. Quando iniciamos, passamos a notar que nossa mente é um turbilhão de pensamentos desconectados e caóticos.

Você já reparou quantos sons tem a sua volta neste exato momento? Tente ouvi-los atentamente. Desde o som mais alto e mais presente, ao som mais baixo e mais distante. Provavelmente se você está em uma cidade como São Paulo, são muitos e barulhentos. Caso você esteja em algum outro lugar serão muitos também, talvez não tão caóticos. Mas perceba que no momento que você começou a aumentar sua percepção para ouvir os barulhos e sons, você percebeu que eram muitos. No início talvez você nem estivesse prestando atenção e talvez estivesse ouvindo somente um ou outro específico.

A questão é, os sons não surgiram depois que você começou a prestar atenção neles, eles já estavam lá. Você só começou a notá-los conscientemente. E talvez eles nem estivessem te incomodando tanto quanto agora que você passou a percebe-los.

Quando iniciamos com a meditação é a mesma coisa. Muitos relatam que não conseguem meditar porque quando iniciam o processo ficam pensando em muita coisa e não conseguem se focar em uma coisa específica. Mas é exatamente este o ponto da meditação. No começo você passa a notar os milhões de pensamentos que você tem. Eles não surgem quando você inicia a sua meditação, eles já estão lá. Você somente passa a observá-los com mais atenção.

E quanto mais você observa mais distanciamento você passa a ter. Menos atenção você passa dar a eles. Você começa selecionar conscientemente aqueles que te fazem bem, ou que talvez mereçam sua atenção. E com a prática constante e diária um silêncio vai tomando conta da sua mente, não que os pensamentos sumam ou que você pare de pensar, eles continuam lá mas sem você dar atenção a eles. Invista um tempo na prática da meditação e tenha uma mente saudável.

Ângelo Anunziato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s